09 julho 2012

Resenha: Garota Replay


Autora: Tammy Luciano
Editora: Novo Conceito
Páginas: 144
Ano: 2012

 Thizi é uma garota do bem, apaixonada pela vida. Mas, após uma madrugada trágica, sente que tudo à sua volta desmorona. Descobre que Tadeu, seu namorado, beijou uma garota em uma noitada e quebrou o nariz de Tito, melhor amigo de Thizi, quando soube que ele fotografou a prova da traição. Na mesma noite, Tadeu dirigiu bêbado e causou grave acidente, que deixou o amigo Gabiru em coma. Em meio a tanta decepção, Thizi encontra uma Replay de si mesma, uma igual. Agora, não mais a única do planeta, ela se sente a pessoa mais solitária do mundo e precisa entender que só o amor tem o poder de provocar as melhores mudanças. (Skoob)





 Ganhei esse livro de surpresa, no blog da minha amiga Van Tourinho e comecei a lê-lo assim que chegou. É um livro bem curtinho, mais demorei de terminar a leitura por não ter tido tempo mesmo.

 Thizi é uma garota de vinte anos, que mora com a empregada (uma senhora que mais parece uma mãe postiça para ela), em um apartamento de classe média alta, na Barra da Tijuca (RJ). Thizi sempre teve tudo o que precisava para ter uma vida boa, mas o principal, a família, sempre está longe. Thizi é filha única, e seus pais, desde que conseguiram se aposentar, não param em casa, viajam pelo mundo inteiro, dez meses por ano.

 Um dia, durante uma balada, Thizi tem uma perturbadora visão: Uma garota exatamente igual a ela está na pista de dança, porém uma versão mais bonita e confiante que a própria, uma replay dela. Depois desse grande e inesperado encontro, a vida de Thizi fica de pernas pro ar, e ela começa a se perguntar se estaria mesmo tomando as decisões certas para sua vida.

 Bem, esse livro num todo é regular. Foi uma leitura agradável, sim, mas não conseguiu me convencer inteiramente. A narrativa, em primeira pessoa, usa muitas gírias e, apesar das poucas páginas desse livro, acho que a história poderia ter sido melhor explorada, é um romance, sim, e poderia ter ficado mais, digamos, açucarado.

 A personagem principal, Thizi, é o tipo de garota legal, mais muito lerda e insegura, acho que a ausência da família a deixou um pouco triste, mas um personagem conseguiu roubar a história, Tito, o melhor amigo de Thizi, que esconde seus verdadeiros sentimentos da amiga.

 Enfim, apesar dos pontos negativos que citei, o final do livro mostra o porquê de tudo isso, das personalidades, dos acontecimentos. Um final inesperado, posso dizer, que vale pelo livro inteiro, até dá para refletir um pouco sobre a vida e as escolhas que tomamos, afinal, somos nós que escolhemos por quais caminhos queremos passar. Três estrelas.

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Um... parece legal, será que encontro na Saraiva?
    È meio menina mas fiquei com vontade de ler.
    Ainda não me acostumei com o novo posicionamento, mas continua legal. Deve ter dado um trabalhão pra fazer...boa tarde.

    ResponderExcluir
  3. Oi May,

    Adorei seu layout novo, super lindo. Ah, claro que senti falta de você, rs. Já li esse livro e adorei, realmente mexeu comigo por causa da amizade entre ela e Tito, e como eu havia "perdido" uma amizade como essa recentemente, fiquei um pouco em emocionada. Concordo que de certo modo ela poderia ser mais explorada, mas mesmo assim, não contei isso tanto como ponto negativo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Amiga, eu conhecia um pouco da história, mas não sabia que era sobre as escolhas que a personagem fez. Oo
    Vou ler o meu! :)
    Fiquei curiosa com essa parte de o final valer o livro inteiro.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário, assim que possível retribuirei a visita.
Todas as perguntas serão respondidas aqui.
Beijos