31 agosto 2012

Resenha: Beijos de Vampiro

Autora: Ellen Schreiber
Série: Vampire Kisses - livro 1
Editora: iD
Páginas: 238
Ano: 2010

 Novos moradores sempre causam impacto quando chegam a uma cidade pequena. Ainda mais se vão morar em uma velha mansão abandonada, que todos juram ser mal-assombrada. Quem são, ou melhor, o que são eles? Poderiam ser vampiros? Raven, uma garota de 16 anos, louca pelas criaturas das trevas, gostaria muito que isso fosse verdade. E ela gostaria de saber o que poderia acontecer caso o lindíssimo filho dos forasteiros a beijasse. (Skoob)





-Quero ser... uma vampira! - gritei para o horror e surpresa da Sra. Peevish e dos meus colegas.
{...} Passei grande parte da minha infância vendo outros se afastarem de mim.
 Beijos de Vampiro, primeiro livro da série Vampire Kisses, estava na minha lista de desejados há um tempão. Ganhei de presente da minha amiga Van Tourinho, muito obrigada Van!
 Neste primeiro livro, a autora nos apresenta a uma protagonista bem diferente das convencionais. Raven, uma adolescente de dezesseis anos, é uma gótica apaixonada pelo bizarro. Ama a escuridão e é bastante curiosa a respeito das criaturas que se espreitam nela.

 Desde a sua infância, Raven se mostrou diferente das outras crianças, e por isso, as pessoas começaram a se afastar dela. Sua sorte foi encontrar Becky, uma amiga e confidente que a aceitou do jeito que ela é. A cidadezinha onde mora não há nada de interessante, é uma verdadeira Tediolândia (nome pelo qual Raven chama sua cidade). Porém tudo muda quando uma excêntrica família, vinda da Romênia, se muda para a antiga e abandonada mansão no topo da colina.

 A família Sterling não sai a luz do dia, se vestem de preto e não se misturam com os outros moradores da cidade. Só resta a Raven descobrir quem são e quais segredos escondem os novos habitantes de Tediolândia.

 Gostei bastante do livro, acho que pela sua protagonista doidinha, excêntrica e divertida, que sempre estava se metendo onde não deveria e me tirando boas risadas dos seus diálogos sarcásticos. O livro é bem curtinho e bem gostoso de se ler e teve uma premissa mais infantil, com um romance bem fofo e bastante cenas engraçadas. Acho que se eu fosse mais nova com meus doze a dezesseis anos teria amado esse livro, mas com certeza é um livro que agradará as mais diversas faixas etárias.
Eu queria que tudo sumisse: o coração parando a cada toque do telefone, os gritos do topo dos pulmões para Billy Boy não segurar a linha navegando na internet, não ser capaz de assistir a Nosferatu sem chorar ou ficar ouvindo as músicas sentimentais e sofridas de Celine Dion sem deixar de pensar que haviam sido escritas para mim.
Algumas pessoas chamam isso de amor. Eu chamo de inferno.
 A narrativa prendeu rapidamente a minha atenção. Há verdadeiros "saltos" de uma cena para outra, a autora não se prendeu muito em "detalhes detalhados" digamos assim, ela vai direto ao ponto. Nesse primeiro volume, a autora só dá um gostinho, já que a série é composta por seis livros. O final foi bem interessante, ficarei na expectativa para os próximos volumes.

4 comentários:

  1. Oi, May e ai flor...saudades de vc ....tem tempo mesmo que não nos falamos....gostei da resenha...tenho vontade de ler esse livro já tem tempo...mas ainda não comprei..sempre deixo outro na frente dele....mas ta na lista....e agora com sua resenha vou pensar sim em comprar logo..

    bjiss flor

    se cuida

    Jaira

    Livros e Versos

    ResponderExcluir
  2. Oi May,

    Eu ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas parece ser muito bom para uma fanática por vampiros como eu, rsrs. Ótima resenha, ele com certeza vai para a minha lista de desejados.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Ah, e adorei o novo layout do blog, super lindo (:

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário, assim que possível retribuirei a visita.
Todas as perguntas serão respondidas aqui.
Beijos