02 setembro 2013

XVI Bienal do Livro Rio. Eu Fui!


 Olá pessoal!
 Como vocês devem saber, pelo menos quem leu os posts anteriores, fui à Bienal do Livro Rio dia 31/08, e agora vou compartilhar com vocês o que vi de interessante por lá, autores, promoções, organização e outras coisinhas a mais.

 Fui pensando em participar da festa dos blogueiros, da editora Novo Conceito, conhecer autoras parceiras aqui do blog e pegar os autógrafos do Nicholas Sparks e Emily Giffin. Mas logo na entrada vi que não ia ser nada fácil, bem, na verdade, logo que saí de casa vi isso. Fiquei em um enorme engarrafamento e só consegui chegar lá às 12h, para comprar os ingressos, meu pai ficou em uma fila enorme e super desorganizada, demorou um tempão para consegui comprar, e quando enfim consegui entrar, eu já sabia, nada de autógrafos do Nicholas para mim :( e nem da Emily, que já tinham esgotado as senhas.

 Então comecei a visitar os estandes na velocidade máxima, por isso tenho poucas fotos para mostrar, a cada segundo chegavam mais pessoas, até que ficou praticamente impossível entrar em qualquer estande. O primeiro estande que entrei foi no da Editora Novo Conceito, que está lindo! Super criativo e chamativo, sério, deu de dez a zero nas outras editoras, que estão mais simples. Os livros estão com bons descontos, vi alguns pela metade do preço, e pocket por R$10,00, está tudo super organizado. 

 Depois fui para o estande da Editora Objetiva, que está simples, mas também super organizado. Encontrei alguns livros com 50% de desconto, lá comprei o livro Marina, do autor Carlos Ruiz Zafón por R$5,00, mas é a edição econômica. Também tem alguns livros em formato pocket por R$10,00.

 De lá, fui ao pavilhão verde, no estande da Novo Século, conhecer as autoras parceiras do blog: Camila Dornas e Bruna Camporezi. Só encontrei a Camila, super simpática tirou foto comigo e deu atenção a cada leitor que aparecia por lá. Ontem fiquei sabendo que o livro dela, A Linhagem, e o da Bruna, Os Segredos de Landara, esgotaram na Bienal \0/ Fiquei super feliz!

Pedro Bandeira
 Andando por lá, vi o autor Pedro Bandeira autografando seu novo livro juvenil no estande da editora Moderna, créditos dessa foto vão para meu gentil pai =D

  Fui com a cara e a coragem, levei minha lista de livros desejados e fui percorrendo os estandes em busca de descontos, infelizmente a maioria não estava concedendo os benditos descontos, vendiam os livros pelos mesmos preços das livrarias, então, acreditem se quiser, não consegui comprar nenhum livro da minha lista de desejados! Nas lojas virtuais é bem mais em conta, então resolvi não gastar o dinheiro, e só comprei o que estava em promoção. No estande da editora Planeta, comprei três livros da série Georgina Kincaid por R$5,50 cada. Uma pena que não tinha a série completa :( E também comprei Despertar por R$15,00.

 Já no estande da Arqueiro, alguns livros estão por R$19,00, com desconto se você comprar dois ou mais. A essa altura, a Bienal já estava tão lotada que era impossível entrar em vários estandes. Fui embora sem conseguir visitar vários estandes, o que foi culpa da péssima organização do evento, pois não controlaram a quantidade de pessoas que entravam e saíam, haviam filas desorganizadas em todos os cantos, e cobrança de preços abusivos em lanche e estacionamento. Não consegui visitar o estande da Intrínseca nem da Galera Record, mas passando para ir embora, vi que tinha um "modelo" do personagem Travis Maddox, de Belo Desastre, no estande da Galera Record, tirando fotos com fãs do livro. 

 E essas foram minhas aquisições da Bienal, não foi a pilha de livros que eu esperava trazer, fazer o que, né?



 A Bienal é um evento lindo, fiquei super feliz em ver tantos leitores reunidos, mas por conta da organização, que foi nota zero, saí de lá com a sensação de que ainda tinha muito para ver, não consegui ficar para a festa dos blogueiros, e de uma coisa eu sei, só quero voltar à Bienal se for em meio de semana! E algumas dicas básicas para você que ainda vai à Bienal: Recomendo que compre o ingresso antecipadamente e leve um lanche de casa. Isso vai fazer toda a diferença!

Beijos

4 comentários:

  1. Oi Flor, poxa, vc deu azar o dia 31/08 foi o pior dia, dia de muitos "internacionais" kkkkkk
    Falaram que foi uma gritaria e correria para todo lado nesse dia!
    Mas fazer o quê? o evento tem estado muito valorizado, na verdade em 2015 eles teriam que aumentar as ruas, pois estavam muito apertadas.
    Tb não consegui entrar na intrínseca, desisti. Novo conceito estava linda, o estande mais lindo que eu já vi. Eu fui nessa terça, estava bem lotada tb! ótimas aquisições as suas, adoro Zafón, já li Marina e amei
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Hey
    Adorei a foto do menino com o Seu Pedro.
    Confesso que invejei..
    Um dos primeiros livros que li foi Mariana, e A Marca de uma Lágrima.. era meu vício na epoca de escola.

    Adorei o relato!

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  3. Oi! ^^
    Ahh, que inveja... queria muito ter ido à bienal...
    Das suas aquisições eu queria "Despertar", porque "Marina" eu já tenho, falta começar a ler!
    Adorei os marcadores também!!


    Quero te convidar pra dar uma passarinha no meu blog!
    Estou mudando de endereço e gostaria que você viesse conhecer minha "casa nova"!
    Lana Lupin's Diary - http://lanalufanfic.blogspot.com.br/
    Ahh, já estou seguindo seu blog, claro!

    Beijussss;

    ResponderExcluir
  4. Oi May,

    Sim, sempre me falaram que a Bienal do Rio é muito mais "cheia" do que em São Paulo. Ano passado aqui foi super tranquilo, consegui visitar várias estandes, mas mesmo assim: a desse ano do Rio estava muito melhor! É uma pena que você não tenha conseguido adquirir nenhum da sua lista de desejado ):

    Beijos,
    comoum-sonho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário, assim que possível retribuirei a visita.
Todas as perguntas serão respondidas aqui.
Beijos