21 abril 2012

Resenha: O Beijo das Sombras


Autora: Richelle Mead
Série: Academia de Vampiros - livro 1
Editora:  Nova Fronteira
Páginas: 320
Ano: 2009
 Lissa Dragomir é uma adolescente especial, por várias razões: ela é a princesa de uma família real muito importante na sociedade de vampiros conhecidos como Moroi. Por causa desse status, Lissa atrai a amizade dos alunos Moroi mais populares na escola em que estuda, a São Vladimir. Sua melhor amiga, no entanto, não carrega consigo o mesmo prestígio: meio vampira, meio humana, Rose Hathaway é uma Dampira cuja missão é se tornar uma guardiã e proteger Lissa dos Strigoi - os poderosos vampiros que se corromperam e precisam do sangue Moroi para manter sua imortalidade.
Pressentindo que algo muito ruim vai acontecer com Lissa se continuarem na São Vladimir, Rose decide que elas devem fugir dali e viver escondidas entre os humanos. O risco de um ataque dos Strigoi é maior, mas elas passam dois anos assim, aparentemente a salvo, até finalmente serem capturadas e trazidas de volta pelos guardiões da escola.
 Mas isso é só o começo. Em O beijo das sombras, Lissa e Rose retomam não apenas a rotina de estudos na São Vladimir como também o convívio com a fútil hierarquia estudantil, dividida entre aqueles que pertencem e os que não pertencem às famílias reais de vampiros. São obrigadas a relembrar as causas de sua fuga e a enfrentar suas temíveis consequências. E, quem sabe, poderão encontrar um par romântico aqui e outro ali. Mais importante, Rose descobre por que Lissa é assim tão especial: que poderes se escondem por trás de seu doce e inocente olhar? (Skoob)

 Depois de terem fugido da escola São Vladimir, e vivido dois anos entre os humanos, a Dampira Rosemarie Hathaway e sua melhor amiga e protegida da realeza Moroi, Vasilisa Dragomir, são capturadas por guardiões da escola, e levadas de volta.
 Mas não sabiam eles, que em São Vladimir elas teriam que enfrentar os maiores perigos.

 Esse livro, assim como muitos outros, quis dar uma "nova" identidade aos vampiros. Primeiro, existem dois tipos de vampiros, os Moroi, que são os vampiros vivos, que podem manipular um dos elementos: água, ar, fogo ou terra, mas que envelhecem e morrem e os Strigoi, uma raça que foi para o lado negro, que sacrificou a magia, e por isso deu a vida pela imortalidade, e ainda tem os Dampiros, são híbridos, descendentes de  Moroi com humanos, ou com Dampiros. Os Dampiros são treinados desde pequenos para serem guardiões dos Moroi, pois são mais fortes e precisam defendê-los da ameaça que são os Strigois, que necessitam do sangue Moroi para manterem sua imortalidade. E se os Dampiros não protegerem os Moroi, há o risco de extinção dessas duas raças.

 Nesse primeiro volume, nos deparamos com a protagonista e Dampira, Rose Hathway, uma personagem irônica, divertida, faladeira, mas também linha dura, defende com unhas e dentes sua melhor amiga Lissa, que é seu oposto, é uma garota mais reservada, tímida e, depois que seus pais e seu irmão morreram e em um acidente de carro, ficou um pouco depressiva. Rose possui um laço com Lissa, e por isso consegue sentir os sentimentos de dela, e até mesmo se "transportar" para o corpo de Lissa.

 A primeira vista, o livro ficou um pouco confuso, porque ao invés de as garotas estarem conhecendo um lugar novo ao chegarem em São Vladimir, elas na verdade estão relembrando dos momentos que estiveram lá, do motivo que as fez fugir, por isso o livro fica bem misterioso, até que Rose começa a ter uns flashbacks e, a autora vai dando umas pistas ao decorrer do livro. Fica a pergunta no ar: O que será que aconteceu para que as meninas fugissem da escola? O que Lissa e Rose escondem ou, do que elas fogem?

 Adorei o livro, a narrativa é rápida, gostosa e cheia de mistérios, e misture tudo isso com uma dose de romance. Os personagens são bem construídos, a protagonista e narradora, Rose, é uma figuraça, não é o tipo bobinha e atrapalhada, o que iria me irritar muito se fosse. E finalmente conheci o Dimitri Belikov, o personagem que deixa as meninas loucas, ah sim, também me apaixonei por ele, e pelo Christian Ozera, o bad boy mais fofo que já encontrei nos livros (Depois do Patch, é claro). A única razão para eu ter dado quatro estrelas para esse livro foi por causa das excessivas partes de fofoca entre os alunos da escola São Vladimir, no meio do livro, mas mesmo assim, foi engraçado.

 Então é isso, se curte vampiros não pode deixar de ler O Beijo das Sombras, vale muito a pena!

6 comentários:

  1. perto dos outros livros que seguem esse é o mais mediano , mas a série é muito bom, preciso comprar o 5 logo!

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei esse livro. A Rose realmente é uma figura... eu pretendo ler a continuação.
    Adorei a resenha, parabéns.

    Rafaella
    http://laviestallieurs.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ei May, eu sou bem suspeita para falar dessa série, já que eu amo de paixão! O primeiro livro é o mais tolinho, depois vai melhorando consideravelmente! E aguenta coração, viu?

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Oi May,

    Eu ainda não li nenhum livro da série Academia dos Vampiros, mas sempre tive vontade de ler. Eu sou apaixonada por histórias de vampiros, então acho que irei gostar dele.

    Beijos!
    Sonhos de Garota

    ResponderExcluir
  5. Oiii

    Eu sou louca por essa série e acredite a cada livro que você ler vc fica mais viciada na série... usahsauhsau'
    E o Dimitri, OMG *----* USAHUSAHAS'
    Bom e tbm acho que o Patch não perde o posto de bad boy... usahusahasuhsau

    Beijos, Patty

    ResponderExcluir
  6. *-* Quero reler esta série, pq já az tempo desde que eu li. Ah o Dimitri... <3
    Isso de novo mundo e nova identidade aos vampiros me surpreende. Sempre penso que não se pode criar mais nada sobre um tema tão gasto, mas aí me surpreendo e encontro algo diferente.
    Aviso final: O Dimitri ainda lhe roubará seu coração!
    Beijos.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário, assim que possível retribuirei a visita.
Todas as perguntas serão respondidas aqui.
Beijos